Conecte-se em minhas redes sociais

desenvolvimento pessoal / 3 posts found

Zona de Conforto

Zona de Conforto: Saia e Honre o que Conquistou

by Rodrigo Ferreira
Comments are off for this post.
A famosa Lei da Inércia diz que “um corpo em repouso tende a permanecer em repouso”; da mesma forma, “um corpo em movimento tende a continuar em movimento”. No ambiente de trabalho a Inércia só é boa para uma das situações: se você é uma pessoa que está sempre em movimento e crescendo, parabéns e continue assim! Mas se você está em repouso, ou seja, na famosa zona de conforto, sugiro que mude sua atitude imediatamente, porque você precisa fazer mais por merecer o lugar que está ocupando na empresa… Assista ao Vídeo “Zona de Conforto” Às vezes nos pegamos […]
Proatividade

Proatividade: Só o Básico Não Basta

by Rodrigo Ferreira
Comments are off for this post.
Vemos muitos profissionais frustrados por não conseguirem uma promoção ou um aumento de salário, mas os próprios não sabem explicar as causas. Alguns nem chegam a realizar suas tarefas básicas como deveriam e reclamam, sem razão; mas há os que fazem tudo “certinho” e se consideram elegíveis a novos cargos e premiações… Ledo engano. O que eles não percebem é que só fazer o básico, tudo certinho, não basta. Exerça a proatividade! Assista ao Vídeo “Proatividade” Frases como “Não faço porque ninguém me paga a mais pra fazer isso!” ou “Ah, esta não é minha função!” são muito comuns a […]
Crenças Limitantes

Crenças Limitantes e a Liderança

by Rodrigo Ferreira
Comments are off for this post.
Por que muita gente lê livros, faz cursos, workshops, e ainda não se tornou um bom líder? A bibliografia de liderança e desenvolvimento pessoal é bem extensa, pois os estudos são muitos… A gente às vezes nem sabe por onde começar, não é verdade? Daí, escolhemos um ou outro livro por indicação de amigos, professores… Achamos o conteúdo incrível, mas ao tentar por em prática, vemos que muitas vezes não funciona… Então julgamos que aquele livro não era tão bom como disseram. Partimos para outros estudos, mas chegamos sempre às mesmas conclusões quando vamos para a prática! Achou isso familiar? […]